Fui trocado pela concorrência, e agora?

Durante a caminhada de um empreendedor que se propõe a abrir uma empresa na área de prestação de serviço, seja como um profissional liberal ou como autônomo, o principal objetivo é, sem dúvida, constituir uma boa carteira de clientes.

A constituição dessa carteira exige muita força de vontade e determinação do empresário, não é nada fácil conseguir a confiança de um cliente, isso em qualquer área. São inúmeras barreiras que devem ser superadas para se atingir uma estabilidade no mercado, afinal, existem diversas coisas que atrapalham o crescimento da sua empresa.

Nesse contexto, quando seu empreendimento começa a crescer e a conseguir cada vez mais clientes, invariavelmente acontecerá de um dia, algum desses clientes romper com você porque recebeu uma oferta melhor de um concorrente ou simplesmente não está mais satisfeito com o serviço prestado.

E é dessa delicada situação, que eu arriscaria dizer que é um dos piores momentos para um micro-empresário, e de como lidar com ela, que iremos tratar no artigo abaixo.

Vale ressaltar ainda, que não trataremos nesse artigo de relações empresário-Estado, ou seja, não falaremos sobre a questão licitatória envolvendo a prestação de serviço para entes estatais, isso será tema de um artigo exclusivo em breve.

 

COMO REAGIR?

Bom, vamos imaginar: você acabou de receber esse comunicado de um cliente, seja por meios eletrônicos ou pelo próprio telefone. Inicialmente, é importante falar que tudo que afeta nossa renda deve ser tratado com extrema seriedade e profissionalismo, isso significa que a pior coisa que você pode fazer é reagir com agressividade ou indiferença.

É preciso sempre ter em mente o velho ditado “o cliente sempre tem razão”, por mais que você não concorde com a decisão dele. Um grande empresário, Sam Walton, fundador da maior rede de varejo do mundo, a Walmart, tem um valioso ensinamento para passar:

“Clientes podem demitir todos de uma empresa, do alto executivo para baixo, simplesmente gastando seu dinheiro em algum outro lugar.”

E o que isso quer dizer? Quer dizer que você deve ouvir seus clientes.

Por isso, nesse primeiro momento, é extremamente necessário que você pergunte os motivos desse rompimento contratual, entender isso é ter a chave para o sucesso nas mãos. Afinal de contas, são nas derrotas/perdas que nós ficamos mais fortes, e tomamos coragem para modificar práticas que antes passavam despercebidas.

Esse feedback do cliente que está saindo é ideal para aparar as arestas do seu empreendimento, seja na parte dos funcionários, sabendo como motivar a equipe de trabalho, na parte da gestão empresarial, ou mesmo nos procedimentos executados.

 

PRÓXIMO PASSO

Depois de entendido o motivo para o cliente romper o contrato com a sua empresa, não se pode perder tempo lamentando, o mercado é dinâmico e não vai parar. É preciso tomar atitudes concretas que alterem os pontos que falharam.

  • Organização interna

Se a motivação do cliente foi baseada em algum erro referente a gestão da sua empresa, como por exemplo cobranças equivocadas repetitivas (ou outro erro financeiro) ou falta de comunicação com o prestador de serviço (até mesmo por falta de tempo), é importante ter em mente os benefícios de terceirizar sua contabilidade, sendo essa uma ótima saída para esses tipos de problemas.

Uma contabilidade em dia e organizada irá estabelecer um fluxo de caixa atualizado e coerente evitando erros no setor financeiro, além de deixar mais tempo livre para o empresário verificar a efetiva qualidade da prestação do serviço, conversar com os clientes para saber se há novas demandas, ou seja, se fazer mais presente na execução do serviço da sua empresa.

 

  • Capacitação da equipe de trabalho

Se o problema que ocasionou a saída do cliente foi referente a atitude de um ou de todos os funcionários é hora de pensar bem. E em qualquer dos casos, é sempre bom saber o Porque, quando e como demitir um funcionário.

Se foi um erro grosseiro de um funcionário, deve-se analisar a situação como um todo, observar os pontos positivos e negativos de manter esse trabalhador falando em nome da sua empresa.

Agora, se o problema é algo conjunto de toda equipe, deve-se ter mais atenção ainda, isso porque o funcionário é a cara da empresa, é ele que faz o contato direto com o cliente, que executa a ação propriamente dita. Se o quadro de funcionários está desmotivado ou não é capacitado o bastante, o problema é inteiramente do empresário.

Para resolver isso, ele tem o dever estudar sobre como treinar e capacitar sua equipe para melhores resultados ou mesmo elaborar instrumentos motivacionais para seus funcionários.

 

  • Modernização dos procedimentos

Em caso de problema de atraso na entrega do serviço também é preciso que o empresário lidere a empresa para resolver o problema. Modernizar os procedimentos significa investir em novos sistemas financeiros, novos softwares, novos recursos tecnológicos, enfim, em novas formar de prestar o serviço dependendo de sua especialidade.

Essa modernização é evidenciada quando o empreendedor procura seminários ou palestras que dizem respeito as últimas inovações da sua categoria. Uma maior eficiência na prestação desse serviço é necessária e faz com que a empresa seja capaz de atingir novos patamares de qualidade, podendo ampliar seus possíveis clientes e consequentemente sua receita.

 

  • Investimento no setor de marketing digital

Agora que os problemas já foram definidos e serão devidamente tratados, é preciso pensar em como recuperar o faturamento perdido e até mesmo ir além. A estratégia do marketing digital é ótima para pequenas e médias empresas, isso porque seu preço é bastante acessível e é um método que muito provavelmente trará dar resultados.

Com uma pequena quantia, é possível criar um site para o seu empreendimento, fornecendo informações de contato e sua localização. Além disso, a propagando no site Google é uma das que mais traz retorno, o fluxo de visualização é bem grande e a probabilidade de alguém da sua região interessado no seu produto procurar isso no Google é bem alta.

Obviamente existem vários assuntos importantes na questão de marketing, e o ideal é a contratação de uma empresa especializada nesse assunto para guiar seu empreendimento de uma forma sólida. Mas caso não seja acessível financeiramente, o marketing individual já trará um bom retorno!

 

CONCLUSÃO

Bom, como já exposto, o momento em que se perde um cliente deve ser encarado como uma oportunidade de maior profissionalização do seu empreendimento. É nessa situação que você como líder da empresa deve buscar alcançar novos objetivos e fortalecer ainda mais o seu nome no mercado.

Existem inúmeras soluções que podem ser dadas em cada caso concreto, a ser analisado a partir de cada particularidade. Mas resumidamente e de forma geral os pilares para o crescimento de uma empresa após esse momento delicado são: (1) focar na organização interna, (2) capacitação e motivação de sua equipe de trabalho, (3) busca constante por aprimoramento técnico e (4) estar antenado para as últimas tendências da sua área de atuação.

Dito isso, espero que você tenha aproveitado a leitura e que tenha enxergado uma ótima oportunidade em meio a toda essa difícil questão. Aproveitando, não deixe de conferir nosso artigo sobre como uma gestão contábil desorganizada pode afetar a sua empresa, e entenda a importância do contador no auxílio e embasamento das decisões do empreendedor!

Conheça nosso Site e veja um pouco mais sobre a contabilidade consultiva que prestamos! Curta também nossa pagina no Facebook e fique por dentro de todas as notícias do mundo empresarial!

Isso é tudo e até o próximo artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *