Descubra como organizar o planejamento tributário da sua empresa

Toda empresa busca, incessantemente, reduzir custos, pois essa é uma possibilidade de manter o nível de competitividade e ser sustentável no longo prazo. Para isso, é fundamental aprimorar a organização das finanças, gerindo adequadamente o fluxo de caixa. O planejamento tributário é um dos instrumentos mais eficazes para essa tarefa.

Entretanto, a dificuldade no controle financeiro é um dos maiores entraves para o crescimento das organizações, que são pressionadas por uma legislação tributária pesada e confusa. Neste post, nosso objetivo é explicar como um bom planejamento tributário pode ajudar sua empresa a economizar. Confira!

Entenda o conceito de planejamento tributário e seus objetivos

O planejamento tributário é a análise dos impostos cobrados nas esferas federal, estadual e municipal, com o objetivo de encontrar o modelo de recolhimento de tributos mais vantajoso para a empresa. Os responsáveis por executá-lo deverão avaliar profundamente o funcionamento da organização para encontrar o formato mais adequado à sua situação econômica.

Esse trabalho proporciona uma série de benefícios. O primeiro deles é ter mais facilidade para estabelecer o preço dos produtos e serviços. Consequentemente, haverá mais precisão na hora de estimar os lucros.

Vale destacar que esse procedimento não tem relação com evasão ou sonegação fiscal. Na verdade, ele serve justamente para evitar os crimes fiscais.

Para otimizar a contabilidade de pequenas e médias empresas, o primeiro passo é conhecer os impostos que incidem sobre as atividades executadas. Trataremos disso a seguir.

Compreenda as características dos impostos

Os impostos servem para sustentar os gastos do governo e podem ser classificados como diretos ou indiretos; proporcionais ou adicionais; regressivos ou progressivos; e extrafiscais ou parafiscais. A obrigação de pagamento surge com a ocorrência do fato gerador. Cada alíquota tem sua própria base de cálculo, que o planejamento tributário procurará entender e aplicar de forma mais adequada.

A lista de tributos e contribuições nos níveis federal, estadual e municipal é muito extensa. Entre os mais conhecidos estão o IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica), o ICMS (Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços) e o ISS (Imposto Sobre Serviços).

Observe a importância de contar com apoio especializado

Evidentemente, lidar com toda a sopa de letrinhas da legislação tributária é uma tarefa de altíssima complexidade. Para evitar os impactos de uma gestão contábil desorganizada, é fundamental contar com o auxílio de especialistas. O excesso de regras e as alterações frequentes exigem um esforço contínuo para que a empresa mantenha-se alinhada à legislação tributária.

Os profissionais responsáveis por esse serviço lançam mão de diversas estratégias para reduzir o peso dos impostos sobre o faturamento. São realizados estudos baseados em projeções financeiras, dados sobre o mix de produtos, folha de pagamentos e muitos outros parâmetros, buscando o regime tributário mais eficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *